Páginas

17/12/2013

Pão Salgado de Fubá (Sem glúten)


Mais uma receitinha esperta sem glúten: Pão Salgado de Fubá. O milho é naturalmente sem glúten, consequentemente o fubá também.

Esse pão é uma mistura de broa com pão. É bom falar que, por causa da ausência da farinha de trigo, pães sem glúten nunca vão ter aquela consistência elástica de um pão italiano ou francês. Eles sempre terão uma textura similar à de um bolo e serão levemente quebradiços. Mas o sabor é infinitamente melhor. É fácil de se acostumar.

Eu também queria avisar, que, cada vez mais vocês verão receitas sem glúten e lactose aqui no Melinda. Eu me converti recentemente (quase dois meses) à esse estilo de vida e tem sido ótimo para minha saúde. Então estou testando e experimentando novas receitas sem trigo. Essa é uma delas:


Pão Salgado de Fubá (Sem glúten)

Ingredientes:
2 xíc. de chá de fubá
1 xíc. de chá de fécula de mandioca
1 xíc. de chá de amido de milho
1 pacote de fermento biológico (10g)
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
4 colheres de sopa de margarina ou manteiga
1 xíc. de leite morno
2 ovos

Preparo:
1 - Pré-aqueça o forno a 180oC;
2 - Misture todos os ingredientes com a mão até a massa ligar. Não é necessário sovar;
3 - Molde a massa em forma de um salame e a coloque em uma forma de bolo inglês untada com azeite e enfarinhada com amido de milho. Cubra com filme plástico e deixe crescer por uma hora;
4 - Asse por aproximadamente 50 minutos ou até que fique bem dourado.




Esse é um ótimo pão para o café da manhã, com um pouco de manteiga de amendoim ou para acompanhar ovos mexidos. Ah, e pra quem quiser conhecer um pouco mais sobre a dieta sem glúten eu indico esse livro:


É muito interessante para entender um pouco os efeitos desse super consumo de carboidratos, principalmente o trigo, na saúde da população mundial.

Bon appétit!

14 comentários:

  1. Comprei o livro em janeiro e tirei a farinha de trigo do meu dia-a-dia, como estava pre-diabética deixei o açúcar tb... e fui me alimentando de acordo com o autor, apesar de estar sob os cuidados de nutricionista.... passei a comer mais carne, apesar do meu colesterol alto.... hoje meu colesterol está perfeito e a glicose, que antes estava em 117, está em 79..... perdi muitos quilos, apesar de nunca ter sido obesa, estou bem magra mas me sinto ótima.... saudável.... levei os resultados dos exames para a nutricionista ontem.... ela achou o máximo (mesmo eu fazendo a dieta sem o controle dela).... emprestei o meu livro pra ela.... da minha nova dieta que ela me passou não consta mais glúten e ela já aumentou a quantidade de alimentos a serem consumidos..... recomendo totalmente o livro e a dieta que ele apresenta..... Um abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sonja! Obrigada por visitar o blog. Realmente, abolir o glúten da dieta tem efeitos na saúde que só quem adotou esse estilo de vida consegue entender. Eu não como farinha de trigo e glúten nunca mais! Nunca estive tão bem fisicamente e mentalmente.
      Um abraço, Renata!

      Excluir
  2. Você já experimentou colocar goma xantana nessa receita? A maior parte das receitas de pão sem glúten que vejo levam goma xantana para fazer com que o pão fique com mais aparência e textura de pão com farinha de trigo. Os pães sem glúten costumam ficar muito pesados e esfarelam... Acontece com esse? Ou ele é um pão levinho? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! O que acontece é que quando eu fiz essa receita eu estava começando a me aventurar nas receitas sem glúten e ainda não tinha conhecimento da goma xantana. Hoje em dia eu a coloco em todas as receitas de pão e às vezes até em bolos. Melhora muito a textura e dá mais elasticidade à massa.
      Esse pão é um pouco pesado e como você falou, esfarelento. Tem uma textura de broa de fubá, mas sem o açúcar. É gostoso mas pode ser um pouco diferente do que chamamos de pão. Aqui no blog eu já postei outras receitas que são ótimas e que não ficam devendo nada para o pão de trigo. Confere lá nas Receitas: Pães e Biscoitos. Obrigada por visitar o blog e deixar seu comentário!

      Excluir
  3. Tenho notado que muitas pessoas tem eliminado o glúten de sua alimentação e consequentemente melhorado a sua saúde. Como tenho problemas de inchaço, dores e constipação intestinal, gostaria muito de aderir a essa dieta.
    Nesse pão, eu poderia substituir o leite por água ? Sou vegetariana e tenho evitado o leite também.
    Parabéns pelo blog e pela indicação do livro.
    Abraço
    Léo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Léo, obrigada por visitar o blog!
      Eliminar o glúten e a lactose da dieta traz benefícios incontáveis para a saúde. E falo por experiência própria, já que aderi à esse estilo de vida a quase um ano.
      O inchaço abdominal desaprece, o trato intestinal fica totalmente regulado, a pele melhora, a insônia vai embora e a disposição para atividades físicas e do dia a dia se multiplica. Os resultados são realmente impressionantes. Quem adere nunca mais volta a comer como antes. E tudo muda em menos de duas semanas.
      Fui vegetariana por cinco anos e voltei a comer carne há uns três anos. Mas, há duas semanas parei de comer carne novamente e estou me sentindo muito bem. Acho que é uma escolha de vida super saudável.
      Você pode substituir por água sem problema ou se quiser, por leite de coco, que é vegano e muito saudável.
      Um abraço, Renata.

      Excluir
  4. Obrigada pela atenção, Renata !!!
    Já fiquei fã do seu blog... rs rs rs.
    Abraço
    Léo

    ResponderExcluir
  5. Li o livro, recomendado por meu terapeuta. No mesmo dia que iniciei a leitura já tomei a decisão de deixar o trigo e com meu entusiasmo tenho contagiado alguns familiares meus. Tenho 58 anos, diabética há mais ou menos 9 anos. Tenho feito substituições e sinto-me mais cheia de energia e sem a velha e conhecida ansiedade por comida. Ainda não completei um mês, mas posso afirmar que estou bastante otimista com os resultados que espero alcançar. Antes da leitura do livro, no último exame de sangue, em jejum, a glicose estava em 180 e hoje, um domingo, ao final do dia, depois de todas as refeições, estava em 150. Creio que amanhã, em jejum, este resultado esteja ainda melhor. Logo que souber o resultado, tornarei a compartilhar. Boa semana a todos!

    ResponderExcluir
  6. Na segunda-feira, em jejum, medi a glicose. Resultado: 130 mg/dl, depois de 19 dias sem farinha de trigo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Renata. Bom dia.
    Fiz a receita do pão de fubá e segui os passos corretamente. Mas percebi que o pão ficou muito seco. É assim mesmo?
    Mesmo frio e absorvendo a umidade do ar ainda ficou muito seco. Gostaria de sabre sua opinião.
    Grato
    Josuel

    ResponderExcluir
  8. Olá Renata, Tudo bem? Fiz a receita, achei ótima ideia, porém fiz algumas adequações, tenho sensibilidade ao glútem e a lactose, então utilizei leite sem lactose e margarina sem lactose. Devido a essas sensibilidade testo várias receitas, e já fiz alguns pães de milho, e por isso fiz outra alteração no pão, deixei mais líquido ao assar, textura de bolo, para que não ficar tão seco. Obrigadaa

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Posso substituir o amido de milho por farinha de oleaginosas?

    ResponderExcluir
  10. Fiz a receita...muito fácil e ficou uma delícia. Todos aprovaram aqui em casa.

    ResponderExcluir

Pin It button on image hover